Machado de Assis - escrever bem o português

Como escrever bem em português em 2018

Saber escrever bem em português hoje significa publicar seus textos em páginas que terão mais chances de serem vistas.

 

Escrever bem ainda importa? Sim, porque é importante escrever bem para ser bem entendido.

Escrever corretamente, com clareza e simplicidade, faz a comunicação acontecer amplamente.

E mais: escrever corretamente, com clareza e simplicidade, transmite credibilidade. Obter autoridade junto ao público depende da  percepção da qualidade do conteúdo.

Escrever bem em português é também encontrar o tom adequado para o seu público.

Mas até que ponto esta noção mudou?

A leitura na tela

Mudou diante de outro complicador. Tudo o que lemos, majoritariamente, está nas telas do smartphone e do notebook. Significa que o leitor estará em situação de pressa e desconforto.

Antes de começar a ler, o leitor escaneia o texto. Se ele enxergar um conjunto com harmonia, tanto melhor Este conjunto de elementos contém o título, o resumo, as imagens, os entretítulos e outros itens em diferentes proporções.

A hierarquia destes elementos na página trabalha para facilitar a compreensão da mensagem.

Sendo assim, escrever bem em português hoje significa atender uma série de novos requisitos.

Capriche nos títulos e resumos

Títulos. Procure fazer títulos descritivos e com a palavra chave. O título deve ser compreendido fora do contexto (em um resultado de busca, por exemplo). Pense em um título que indique o conteúdo que o leitor realmente vai encontrar.

Exemplo: Imagens free: sites com boas imagens para uso gratuito.

Resumos. Capriche na meta descrição, que pode ser o mesmo texto do resumo. O resumo vem em complemento ao título e serve para explicar e complementar. O resumo deve acrescentar algo a quem lê, deve “ensinar” alguma coisa, responder uma dúvida. Pode ser descritivo e também persuasivo e atraente. Procure não passar dos 155 caracteres e não enganar quem busca.

Exemplo: 12 sites de imagens free para ilustrar seu projeto e uma dica para criar um hábito que só nos faz bem.

Textos. Use parágrafos curtos, pois grandes blocos de texto afastam o leitor. Listas estilo bullets funcionam bem na web. Crie conteúdo original e tenha precisão nas informações. Use links para bons conteúdos em sites importantes. Se você já definiu sua persona, pense nela sempre.

Aprenda a criar conteúdo em torno de termos de busca de cauda longa (ex.: técnicas de marketing em mídias sociais) e não em palavras-chave primárias (ex.: mídias sociais). Se possível, pesquise palavras-chave de cauda longa.

Imagens. Vídeo e imagens enriquecem a página. Use quando forem pertinentes. Não escolha uma imagem para enfeitar; ela deve acrescentar e complementar o conteúdo.

Saber escrever bem em português hoje significa publicar seus textos em páginas que terão muito mais chances de serem vistas.

O que devemos fazer?

Na prática já sabemos que escrever bem em português vai além das regras da escrita no papel.

É preciso sempre prestar atenção em um conjunto de detalhes e atender aos requisitos SEO, o que normalmente não acontece porque são muitos itens a serem atendidos, que você nem sempre controla. Ou seja, além do texto, é preciso formatar a informação (palavra-chave, tags, entretítulos, imagem) para que estes conteúdos sejam amigáveis aos buscadores.

A capacidade de atrair público depende do bom trabalho do redator também no preenchimento de uma série de informações fora do texto que vão ajudar a página a ser oferecida em uma determinada busca feita no Google.

É uma tarefa para ser bem feita, o que normalmente não acontece porque são muitos os requisitos.  É bom que o redator tenha ferramentas que o ajudem a automatizar tantos dados.

Otimizar conteúdos é escrever bem

A mais completa ferramenta que conheço para este trabalho de preencher os itens que vão ser vistos pelos buscadores é a 4DUser. Foi feita exatamente para facilitar quem escreve a superar esta dificuldade.

A ferramenta 4DUser simplifica o importante trabalho de otimizar conteúdos para que alcancem mais visitas vindas do Google.

Mas como usá-la? O caminho mais curto é fazer um curso. Ou aprender a usar já usando. Já comecei a usar e vou mais adiante, com mais experiência, vou escrever mais sobre ela.

O fato de ter à mão uma ferramenta que facilita a atender requisitos de SEO é uma importante conquista para o redator. Além de escrever bem o português, ele saberá fazer com que seus textos sejam mais lidos e encontrados pelo seu público de interesse.

_Outrolado_

 

. . .

Leia também

 

Para quem quer ser profissional de UX mas não vem de design

 

O outro lado do avesso

Vicente Tardin é editor, jornalista, gestor de conteúdo e consultor para projetos online. Foi o criador dos sites WebWorld (1997) e Webinsider (2000).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *